Raios do Céu

Por Maria Fontaine

Dezembro 1, 2012

O Natal é uma época maravilhosa para plantarmos sementes nos jardins dos corações dos homens. Muitas pessoas estão passando por grandes dificuldades em virtude da recessão, de guerras, doenças graves, e muitas outras coisas. Mas todas essas coisas tão difíceis e negativas podem ter um lado positivo. Ao passar por essas situações, as pessoas ficam desesperadas por respostas e isto pode preparar o terreno de seus corações para o Senhor, e assim dar lugar às sementes de verdade, amor e fé, para que sejam assimiladas mais profundamente e até criem raízes.

À medida que essas sementes crescem, começam a ocasionar mudanças, mesmo quando mal são percebidas. Algo que alguém faça ou diga, ou que a pessoa lê, assista ou ouça, pode também ser um catalisador de mudança. Sua parte neste processo de mudança é estar à disposição quando o Senhor lhe apresentar uma oportunidade, e estar sensível ao que Jesus lhe mostrar que precisam.

Quando as pessoas lhe veem demonstrando compaixão, interesse e misericórdia, isso chama a atenção delas. Quando o veem sacrificando e fazendo-o com verdadeira alegria no coração e no seu semblante, e sabem que você é cristão, o exemplo que lhes dá é impactante. Elas sabem instintivamente que estão vendo um exemplo de Jesus.

Mas e se a situação não lhe permitir muito tempo para fazer coisas que possam tocar os pensamentos e corações dos outros? Você talvez sinta tipo, “De que adianta eu tentar dar alguma pequena contribuição para mudar este mundo neste Natal? O pouco que posso fazer não vai fazer uma grande diferença.”

Eu acredito que o plano do Senhor para alcançar os perdidos inclui todos que querem sinceramente ser um reflexo dEle e ajudar outros em suas necessidades. Estou certa de que a soma total de todas as “coisinhas” que possamos fazer neste Natal vai ter um grande efeito neste mundo. Talvez não vejamos mudanças de sacudir a terra ao nosso redor, mas acredito que se cada um de nós for fiel em fazer o que pode onde o Senhor nos colocou, Ele fará com que o efeito geral seja poderoso.

Milhares de luzinhas, dispostas pertinho daqueles que precisam encontrar o seu caminho, pode ser mais valioso e eficaz em guiar as pessoas do que dois holofotes gigantescos tentando inundar a paisagem de luz.

Não importa qual seja sua situação no físico, nunca estamos realmente sós ou isolados. Cada ação nossa, cada pessoa com quem falamos, cada email que escrevemos, cada presente que damos, cada pessoa que ajudamos, é parte de um esforço maior que está em ligado ao propósito e espírito de todos os outros da fé cristã. Juntos, o que podemos realizar é monumental. Nossas partes individuais, combinadas à nossa união no Espírito de Deus, fazem toda a diferença.

Os fogos de artifício mais espetaculares são uma soma de milhares de partículas explosivas, cada uma queimando em um momento e de uma maneira especial, exibindo a cor e o brilho que foram criados para dar.

No tocante a dar o amor de Deus aos outros, não é a quantidade, mas sim a qualidade que conta aos olhos de Deus. Quer você esteja fazendo algo que considera grandioso ou insignificante, o que importa é como está derramando o seu coração. Este ano você talvez tenha oportunidades diferentes de tudo o que já lhe aconteceu antes porque talvez esteja em uma posição para tocar vidas de maneiras que não eram possíveis até agora.

Todas as obras que Jesus fez na terra tinham que ser extremamente importantes para o Filho de Deus vir até aqui fazê-las. Mas quando começamos a examinar essas obras tão importantes que Ele fez, vemos que nem tudo foi o que a maioria das pessoas chamaria de “espetacular” no físico. Muitas das coisas que Jesus fez—as transformações espirituais—tiveram pouca, se é que alguma, fanfarra. Muitas delas, como o Seu testemunho para Nicodemus, ou perdoar os pecados da prostituta, ou perdoar os pecados do homem paralítico antes de curar seu corpo, ou a mulher no poço, não foram nada espetacular no físico.

As oportunidades mais visíveis em que Ele ensinou e curou grandes multidões tiveram seu tempo e lugar, tais como quando Ele alimentou cinco mil pessoas. Mas Ele também investiu tempo e atenção em pequenos momentos singulares e focados quando Se conectou de coração para coração e de espírito para espírito a alguém ou a um pequeno grupo de pessoas.

A Bíblia tem registro de vários milagres de mudar a vida que Jesus fez no espírito das pessoas e que não requereu nenhum grande investimento de tempo, finanças ou esforço. Ele simplesmente estava onde precisava estar quando surgiu a oportunidade, e foi fiel em dar a verdade, o amor, a misericórdia e o perdão que elevou um coração partido, uma mente confusa ou um espírito perdido. Seu presente foi seu amor incondicional, que as enlevaria e tiraria de seu desespero, e lhes daria esperança, luz e verdade.

Se formos seguir o Seu exemplo de dar àqueles que precisam os Seus cuidados e apoio em seja qual for a forma que Ele nos mostrar, este Natal poderá ser tudo o que Ele quer que seja. Quanto mais seguirmos o Seu exemplo, mais nossas vidas serão espiritualmente enriquecidas. À medida que fizermos o que estiver ao nosso alcance para demonstrarmos o Seu amor aos demais, Ele nos ajudará a compreender melhor o Seu plano para as nossas vidas.

Permitir-Lhe usar sua vida como exemplo de Seu amor e cuidado é o presente que Ele mais quer em Seu aniversário. É um presente que você pode dar não importa o que mais esteja fazendo. É algo que só você poderá Lhe dar, porque é dar seu próprio coração disposto de presente, pronto para fazer o que puder para que outros O vejam em você.

Dê um sorriso de presente,
Dê de presente uma canção,
Dê sua simpatia,
Por toda a vida então.
Dê uma mãozinha amiga,
Dê uma mensagem de felicidade,
Diga a alguém que está cansado,
“Jesus te entende de verdade!”
Envie uma carta
Àquele amigo afastado;
Envie também uma flor
Com o livro emprestado.
Lave a louça do jantar,
E varra o chão também;
Ofereça uma oração
Para aliviar alguém!
Divida os momentos,
Dê o presente da esperança;
Acenda a velinha de fé
Daquele que sem confiança
Titubeando na sombra está.
Adoce os dias amargos
Dos perdidos e solitários, já.
E doe-se, SEMPRE.[1]


[1] Margaret E. Sangster, tradução e adaptação Denise Oliveira.

Tradução Denise Oliveira.

 

Copyright © 2022 The Family International. Política de Privacidade Política de Cookies