Valores Centrais da Família Internacional: Buscar o Espírito de Deus

Por Peter Amsterdam

Setembro 24, 2013

Duração do vídeo (Inglês): 17:56

Baixe o vídeo: Alta (192MB) Baixa (73.6MB)

Duração do áudio (Português): 19:00

Baixe o áudio (26.1MB)

(Talvez seja necessário clicar com o botão direito nos links a seguir e selecionar “Salvar link como” ou “Salvar destino como” para baixar os arquivos de vídeos e áudio para o seu computador.)


Seu prazer na lei do Senhor, e na Sua lei medita de dia e de noite.[1]

Lâmpada para os meus pés é a Tua palavra, e luz para o meu caminho.[2]

Respondeu-lhe Jesus: Se alguém Me amar, guardará a Minha palavra. Meu Pai o amará, e viremos para ele e nele faremos morada.”[3]

A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com gratidão em vossos corações.[4]

Nos últimos dias, diz Deus, do Meu Espírito derramarei sobre toda a carne. Os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões, e os vossos velhos sonharão sonhos. E também do Meu Espírito derramarei sobre os Meus servos e as Minhas servas naqueles dias, e profetizarão.[5]

Deus é Espírito, e importa que os que O adoram O adorem em espírito e em verdade.[6]

O segundo valor central da Família Internacional é:

Buscar o Espírito de Deus. Queremos conhecer e entender a verdade da Palavra de Deus, a essência de Sua natureza divina. Valorizamos os princípios enunciados da Palavra escrita; ouvir de Deus e seguir a Sua orientação.

O Espírito de Deus em nós nos reveste de poder, nos muda, nos transforma, nos reforma, nos inspira e nos motiva a fazer a vontade de Deus, quer seja amar os outros, testemunhar, ensinar, pregar, falar, ou criar —dentre outras coisas. O Espírito Santo é a presença viva de Deus, que habita em nós; a influência transformadora do Espírito Santo que guia nossa consciência e nos concede o poder para viver conforme a verdade de Deus

A palavra-chave na busca do Espírito de Deus é busca. Dentre as definições do termo, encontramos empenhar-se para realizar ou obter algo por um período de tempo, esforçar-se por, procurar obter, com empenho; dedicar-se sistematicamente.

Como mostram essas definições, buscar o Espírito de Deus exige ação. Para se tornar mestre, é preciso que o acadêmico se dedique ao seu campo de estudo. Quem busca seguir uma carreira em um esporte em particular deve investir muito tempo em treinos e no condicionamento físico, para que seu corpo seja forte e capaz de suportar os rigores da competição.

O Espírito de Deus fala conosco por Suas palavras, principalmente pela Bíblia, mas também por outros meios, tais como os escritos ou as palavras de outros, pela profecia, por revelações, etc. A Palavra prepara o terreno de nossos corações para a obra do Espírito Santo e abre nossos corações, mentes e espíritos à influência do Espírito. É, portanto, nossa responsabilidade buscar as orientações de Deus em nossas vidas.

Desejamos ouvir a voz do Senhor e ser guiados por Ele. Queremos permitir que Suas leis de amor orientem nossas vidas. Sentimo-nos compelidos a seguir o código moral que Deus pôs em nossos corações, de forma que nossas ações sejam motivadas pelo amor e pelo senso de integridade. Queremos que Espírito do Senhor nos guie à sabedoria, verdade e amor por Ele e pelos outros.

No tocante às outras coisas ou como uma pessoa reage à voz do Espírito em sua vida, entendemos que sejam questões de foro íntimo e fé pessoal, mas é importante que cada um se mantenha flexível e adaptável ao movimento do Espírito em seu coração e vida.

Um elemento-cave para deixar Deus nos guiar, para entender Sua orientação e segui-lO é nos fundamentarmos em Sua palavra.

Acreditamos que buscar conhecer e entender a verdade de Sua palavra para se aproximar de Deus deve ser uma alta prioridade na vida de todos os seguidores de Cristo. É pela Bíblia que Deus se revela à humanidade e isso é maravilhoso, não acha? É pelo entendimento da Palavra de Deus que descobrimos o plano de Deus para nós. O passo seguinte é viver essa verdade no nosso dia-a-dia, tão bem quanto formos capazes, pela graça de Deus.

Para vivermos a verdade, precisamos entendê-la. Para entendê-la, devemos buscar o entendimento, ou, como já dito, empenharmo-nos, dedicarmos tempo a isso.

Quando perguntaram a Jesus quais eram os mais importantes dos mandamentos de Deus, Ele respondeu que era amar Deus de todo o coração, mente e entendimento. Referiu-se especificamente ao entendimento.[7] Para conhecer e compreender a Palavra de Deus é preciso usar o entendimento. É preciso não apenas ler, mas aprender, estudar, crescer em entendimento. Conforme entendermos quem Ele é pela compreensão da Sua natureza divina, cresce nosso amor por Ele, nossa admiração pelo Seu poder, pelo Seu amor e pela Sua sabedoria. Conhecê-lO melhor nos aproxima dEle.

A Bíblia é a palavra pessoal de Deus para cada um de nós. Nela pode-se encontrar o conselho e as respostas, que orientarão sua vida. Ao Lhe pedir respostas, instruções, direções ou soluções, busque as Escrituras e deixe-O falar com você pela Sua palavra e pela orientação do Seu Espírito.

Nossa fé em Deus e nosso entendimento dEle se fortalecem pela leitura e estudo da Sua palavra. A ré se constrói pelo estudo assíduo da Palavra de Deus e pela aplicação de seus ensinamentos às nossas vidas diárias.

A leitura da Bíblia nos permite descobrir continuamente revelações cada vez maiores e cada vez mais verdades, e assim vamos encaixamos mais e mais peças na montagem do quebra cabeça do perfeito e completo plano de Deus![8]

Cecil B. DeMille (1881–1959), produtor do famoso filme “Os Dez Mandamentos” disse: “Depois de mais de 60 anos em que diariamente li a Bíblia, sempre a percebi nova e maravilhosamente em sintonia com as necessidades decorrentes das mudanças diárias da vida.”

George Mueller (1805–1898) afirmou: “O vigor de nossa vida espiritual estará em proporção exata à importância que damos à Bíblia em nossas vidas e pensamentos.”

O que é esse rio que vem de Deus e gera a vida? —É a Palavra! É Sua palavra que nos dá vida, alimento, nutrição, força e saúde espiritual. O próprio Jesus disse: “As Palavras que vos falo são Espírito e Vida!”[9] … Nada é mais poderoso que a Palavra de Deus! A Palavra é o segredo do poder, da vitória, da superação, da produtividade, do fogo, da vida, do calor, da luz e da liderança! —O segredo de tudo que é bom é a Palavra de Deus![10]

Gosto de ler uma variedade de livros, especialmente sobre história e ficção histórica. Contudo, nos últimos anos, tenho me concentrado mais no estudo da Bíblia e tenho cada vez mais paixão pelo estudo da Bíblia. No passado, contentava-me com a leitura da Palavra de Deus sem a estudar mais profundamente. Alimentava assim meu espírito. Contudo, descobri que dedicar mais tempo e esforço ao estudo das Escrituras, aprender o que nos dizem sobre Deus e tentar a entender mais profundamente o que a Bíblia ensina tem um poder transformador e motivador em minha vida. Sou grato por viver em uma época em que há tanta informação disponível online e impressa. Ainda é trabalhoso estudar, mas é muito mais fácil que no passado. Minha meta é dividir o que aprendi com vocês em minhas postagens no Espaço dos Diretores.

O poeta e romancista Sir Walter Scott (1771–1832) disse: “O mais erudito, empenhado e dedicado estudante não pode, por maior que seja sua longevidade, adquirir todo o conhecimento da Bíblia. Quanto mais profundamente cavar nessa mina, mais rico e mais abundante será o minério que descobrirá.”

Com toda certeza, a Bíblia não é o único livro no mundo que se deve ler, mas é um livro que deve ser lido, deve ser objeto de meditação, de estudo e cujo conteúdo deve ser absorvido vez após vez. Afinal, é o livro que revela o que Deus nos disse sobre si. Contém Suas palavras para nós, Suas respostas para esta vida e informações sobre a vida por vir. Ensina como interagir com Ele, como se tornar mais como Ele. Acima de tudo, nos diz como estabelecer um relacionamento com Ele, recebê-lO em nossas vidas e nos conectar a Ele.

Ler, acreditar e absorver a Palavra de Deus nos transforma profundamente.

Como dizia D. L. Moody (1837–1899): “A Bíblia não nos foi dada para aumentar nosso conhecimento, mas para mudar nossas vidas.”

Charles Colson (1931–2012) disse: “A Bíblia —banida, queimada, amada —é mais amplamente lida e mais frequentemente atacada do que qualquer outro livro na história. Gerações de intelectuais buscaram descreditá-la, ditadores de todas as eras tentaram proscrevê-la e muita gente foi executada por ler Suas palavras. Contudo, soldados que a levam para a batalha a consideram mais poderosa que suas armas. Fragmentos de seus textos já foram contrabandeados para prisões solitárias e transformaram impiedosos homicidas em santos bondosos.”

Como provavelmente vocês sabem, Charles Colson foi um Assessor Especial de Nixon, presidente dos Estados Unidos. Cumpriu pena de sete meses em uma prisão federal e foi o primeiro membro daquela administração a ser encarcerado pelas acusações relacionadas ao processo conhecido como Watergate. Antes de ser condenado, recebeu de um amigo um exemplar de Cristianismo Puro e Simples, escrito por C. S. Lewis, cuja leitura levou Colson a se tornar cristão. Sua vida foi transformada para sempre.

Li recentemente um lindo depoimento de outra vida mudada. É a história de um empresário de sucesso que estava convencido que não precisava de Jesus e não acreditava que a Bíblia fosse a Palavra de Deus. Seu filho, um cristão nascido de novo, havia testemunhado para ele por vários anos, mas sem nenhum sucesso, até que um evento dramático e trágico mudou tudo. Seu filho foi hospitalizado por conta de uma emergência e internado na unidade de cuidado intensivo. O rapaz disse ao pai: “Deus está no controle. Se Seu propósito em meu sofrimento for você conhecer Cristo, então tudo pelo que estou passando vale a pena.” Não é preciso dizer que o homem ficou atordoado com essas palavras.

Por dias, o pai leu a Bíblia para seu filho, internado na UTI. Era a primeira vez que lia as Escrituras e pôde ver o propósito da Bíblia e quem era Jesus. A forte fé do filho e os textos bíblicos que leu se combinaram e lhe mostraram que Jesus é real. Ele entregou a vida a Cristo, o que deixou seu filho muitíssimo feliz. Pouco depois, o rapaz foi para junto do Senhor, mas o pai tinha uma paz que sobrepassa todo entendimento, sabendo que se encontrariam outra vez e estariam felizes para sempre no céu.

Nossas vidas se tornam melhores quando absorvemos a Palavra de Deus. É preciso um esforço para ler e estudar Sua palavra, mas conforme fortalecemos nossa conexão com Deus e Seu Espírito, conforme nos determinamos a ler regularmente Sua palavra, na medida em que nos disciplinamos para investir o tempo e o esforço necessários, construímos uma relação mais rica com Ele. Passar tempo com Suas palavras é passar tempo com Ele.

Como um escritor explica, não temos de ler as Escrituras. Queremos ler as Escrituras. Podemos ler as Escrituras. É nosso privilégio. Ninguém me diz: “Você tem de beijar sua esposa.” Não. Posso beijá-la, quero beijá-la, porque a amo.[11] Nós, que temos paixão por Deus, que O amamos, que estamos dispostos a buscar Seu Espírito, queremos saber tudo que estiver ao nosso alcance sobre Ele e uma das principais maneiras de conseguir isso é pela leitura da Sua palavra.

Não a estudamos simplesmente porque queremos adquirir maior conhecimento acerca de Deus e Sua natureza divina. Queremos conhecê-Lo melhor, amá-lO mais, envolvê-lO mais em nossas vidas. Desejamos receber Sua orientação, ouvir Sua voz e ir aonde Ele guiar.

Deus fala conosco de várias maneiras. Se escutarmos, O ouviremos. Escutamos quando meditamos na Sua palavra, quando Lhe pedimos para nos mostrar como aplicar o que lemos no nosso cotidiano. Escutamos quando nos aquietamos e Lhe damos oportunidade de falar conosco. Isso também exige esforço. Abrir o coração para Sua voz, estar pronto para o que quer que Ele nos diga, quer seja por pensamentos que nos dá, ou pela Sua voz em profecia, pela Sua Palavra escrita, ou por meio de outros cristãos. O segredo é estar aberto, aquietar nosso espírito, escutar e prestar atenção.

É um privilégio que Deus queira falar conosco individualmente. E Ele falará se separarmos tempo para ouvi-lO pela profecia, pela Sua voz mansa ou pela leitura da Palavra. É aconselhável ter um caderno à mão ou alguma forma de escrever a mensagem que Ele lhe der para você poder se lembrar das instruções ou orientações por Ele dadas.

A Bíblia nos revela a vontade geral de Deus, não a específica para cada indivíduo. Deus espera que cada um busque Sua orientação e no que concerne a como aplicar Sua vontade geral à sua vida.

Uma característica dos princípios que orientam AFI é que temos a liberdade para seguir Deus e a orientação que Ele nos dá a cada dia. Damos grande valor a sermos guiados pelo Espírito, a ouvir Deus e receber Suas instruções personalizadas para hoje. Lemos em nossa Declaração de Crenças: “Acreditamos que Deus é um Deus vivo, que ainda fala com Seu povo hoje e transmite Sua mensagem por meio de revelações, profecias e palavras de orientação e conselhos espirituais.”

Deus é nosso parceiro na vida. Quer ser ativo em nossas vidas. Deseja nos guiar e nos ajudar a tomar boas decisões. Segui-lO é permitir-Lhe ter influência em nossas vidas; é conscientemente Lhe pedir orientação e fazer o que Ele mostrar. É conversar com Ele, falar com Ele como fazem amigos íntimos e ouvir Sua voz tranquila.

Deus nos ama, está conosco e podemos confiar nEle. Se fizermos isso, Ele não nos falhará e nos guiará. Conforme buscarmos o Espírito de Deus, esforçando-nos para nos comunicarmos com Ele pela Sua palavra, escutando Sua voz e O seguirmos, nossas vidas serão centradas em Deus, cheias de Deus e dirigidas por Deus, vidas plenas de amor, alegria e grande satisfação.


Nota: A menos que indicado ao contrário, todas as referências às Escrituras foram extraídas da “Bíblia Sagrada” — Tradução de João Ferreira de Almeida — Edição Contemporânea, Copyright © 1990, por Editora Vida.


[1] Salmo 1:2.

[2] Salmo 119:105.

[3] João 14:23.

[4] Colossenses 3:16.

[5] Atos 2:17–18.

[6] João 4:24.

[7] Marcos 12:30.

[8] David Brandt Berg, “Nova Vida, Novo Amor” junho de 1978, 731:10–12 (adaptado).

[9] João 6:63.

[10] Força Diária, 22 de março (Aurora Production, 2004).

[11] Tony Merida, “Letting the Word Dwell in You Richly,” acessado e 16 de setembro de 2013.

Lido por Pedro Khury.

 

Copyright © 2023 The Family International. Política de Privacidade Política de Cookies