Panelas e Frigideiras

Por Maria Fontaine

Março 26, 2016

[Pots and Pans]

Recentemente eu estava pensando na questão de decisões erradas, depois de ter feito algumas que me deixaram desencorajada. Você já teve uma luta interior ao pensar nas suas decisões erradas? A maioria de nós gosta de tomar a decisão certa, e os benefícios delas são óbvios. Mas é mais difícil imaginar algum resultado positivo de decisões erradas. E fazemos muitas, desde as de pouca importância, que normalmente ignoramos, esperando que ninguém perceba, às decisões de grande envergadura. Quando isso acontece você já se sentiu inútil e derrotado, achando que, por mais que faça, nunca vai conseguir se redimir dos erros? A impressão é que perdeu as possíveis bênçãos e a sua vida jamais será tão boa ou completa como poderia ter sido sem essas confusões.

Eu acredito que o Senhor quer que vejamos os altos e baixos que vivenciamos sob a ótica da fé. Quer seja uma decisão certa, quer errada, podemos aprender com ela. Na verdade, eu acho que em alguns casos saímos ganhando tanto quanto ou até mais com as decisões erradas.

As decisões certas normalmente resultam em bênçãos e uma conexão mais forte e ágil com o Senhor. No caso das decisões erradas, apesar de, em muitos casos implicar em um caminho mais longo e acidentado, ainda podemos aprender as lições necessárias e crescer. Se aprendermos a buscar o Senhor para nos guiar apesar das decisões erradas, o caminho mais difícil que trilharemos nos ensinará lições e aproximará mais dEle. Proverão uma maneira de nos identificarmos com outros a respeito de suas falhas e erros. No final, o Senhor vai nos ajudar a superar as dificuldades resultantes das decisões erradas. Nós nos tornaremos mais sábios e estaremos melhor preparados para a fase seguinte do nosso crescimento espiritual.

Jesus, pelo sacrifício que fez por nós, pode transformar nossos erros e decisões erradas em maiores vitórias — se Lhe permitirmos. Ele pode nos colocar na posição certa para ganharmos o que precisamos desta vida e das circusntâncias. Por isso, quando tomar uma decisão errada, o segredo é aprender com ela, não se condenar pelas suas falhas, pois o Senhor não nos condena.

A Bíblia promete: “Agora, pois, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus!”[1] Ele gosta que reconheçamos o crescimento conforme aceitamos o que Ele quer nos mostrar com a situação. Isso faz parte das coisas “positivas” que Ele nos ajuda a aprender.

Veja o caso do filho pródigo, teimoso, rebelde, cobiçoso e egoísta. Apesar de ter trilhado um caminho mais longo e difícil do que o do irmão mais velho, entendeu o amor do pai por ele e amadureceu com o sofrimento. Perdeu a herança material, mas ganhou algo muito maior. Aprendeu o valor da sua herança espiritual, o amor do seu pai, infinitamente maior do que as coisas que antes lhe pareciam mais importantes. O irmão mais velho foi sábio na sua decisão de cumprir as obrigações designadas pelo pai e foi recompensado, mas mesmo assim também fez decisões erradas que certamente lhe renderam aprendizado e crescimento, como, no caso, a sua falta de compaixão e perdão pelas falhas dos outros.

Tudo isso faz parte do processo. O esforço para tomar as decisões certas vai nos poupar muitas dificuldades e problemas. Mas em algum momento nós vamos errar. Em parte essa é a razão desta vida: aprender e crescer. É impossível evitar uma decisão errada em alguma ocasião. A meta é usar as decisões boas e sábias ao máximo, e transformar os erros e escolhas erradas em experiências de aprendizado. Esses altos e baixos nos ensinam muito mais sabedoria e a profundidade da misericórdia e compaixão de Deus para podermos compartilhar isso com outros. Quando tomei algumas decisões que geraram estresse, o Senhor me deu uma gravura para ilustrar esse ponto:

“Se eu procurasse perfeição naqueles que desejam viver por Mim, teria feito clones de Mim mesmo. Você poderia ter sido um clone, ou Eu poderia tê-la transformado em um clone quando decidiu Me seguir. Mas, como todos bem sabem, mesmo sendo uma nova criatura a pessoa continua sendo ela mesma. Mais cedo ou mais tarde, todos tomam uma decisão errada e arranjam alguma confusão. Mas Eu posso usar você onde se encontra. Você se meteu em uma confusão, ficou estressada, agiu na sua força e agora está com problemas de saúde decorrentes daquele estresse. Vou usar você nessa condição para alcançar outros e mostrar a força interior que a fé e o amor podem dar não importa o que aconteça. Afinal de contas, com muito tempo de uso continua sendo útil.

“Observe a cozinha movimentada de um chef durante o preparo das deliciosas refeições. Não vai encontrar o trem de cozinha perfeito e reluzente nas prateleiras. As panelas têm manchas de gordura, amassados e outros defeitozinhos. Porque é uma cozinha movimentada. Por acaso essas falhas impedem o chef de usar o trem de cozinha? Não.

“Peça a qualquer chef para lhe mostrar suas panelas favoritas. Provavelmente serão as que ele usa mais, as testadas e comprovadas pelo uso, e a condição de cada uma delas vai indicar isso.

“Agradeça-Me pelos desafios na sua vida. Confie que estou ao seu lado, juntinho, e lhe mostrarei o próximo passo. Confie que a ajudarei a superar esse período e a se tornar uma pessoa melhor, mais sábia e mais forte que realizará o que Eu sei que vai dar fruto para você, para os outros e para o Meu reino. Em vez de lamentar os erros ou perder tempo desejando ter agido diferente, peça-Me para usá-la exatamente nas circunstâncias em que se encontra.

“Você pode ser uma dessas panelas úteis na quais sempre se pode confiar, sempre disponíveis e valiosas para Mim, o seu grande chef. Juntos podemos fazer maravilhas!”


[1] Romanos 8:1.

 

Copyright © 2022 The Family International. Política de Privacidade Política de Cookies