Dias Melhores Virão—4ª Parte

Por Peter Amsterdam

Novembro 9, 2021

— Cultivando o bem-estar mental e emocional

[Better Days Ahead—Part 4: Nurturing Mental and Emotional Well-being]

É maravilhoso saber que, independentemente do que esteja acontecendo em nossas vidas, podemos confiar em Jesus e recorrer a Ele para orientar nossos pensamentos e nossos passos. A Bíblia diz que Deus manterá em paz aqueles cujas mentes são firmes, porque confiam nEle. (Ver Isaías 26:3.) “Os passos do homem bom são confirmados pelo Senhor, e ele se deleita no seu caminho” (Salmo 37:23).

A segunda parte desta série abordou alguns dos desafios emocionais da solidão, isolamento, desesperança e o impacto que têm em nossas vidas. Alguns de vocês lutaram contra a depressão e a sensação de desesperança e, quando estão no meio disso, podem ficar tentados a se perguntar se algum dia sairão dessa situação. Você talvez sinta que está apenas seguindo rotinas, mecanicamente, e, com o tempo, a vida cotidiana pode começar a parecer uma opressão, sem alegria e sem senso de propósito e novas possibilidades

Às vezes, isso pode prejudicar seu bem-estar mental e emocional e pode afetar a maneira como você lida com o cotidiano. Muitas vezes, isso não se deve a fraqueza ou apatia espiritual ou a algum erro que você tenha cometido. São lutas mentais e emocionais que resultam de viver em um mundo decaído e enfrentar as muitas dificuldades que geram estresse, tristeza e perda de esperança.

Jesus explicou da seguinte maneira:

A vida pode ser difícil e, às vezes, fica difícil por um tempo. Sempre há uma saída para a dificuldade, quando você busca a minha orientação e auxílio, mas, muitas vezes, preciso de tempo para trabalhar na sua mente, no seu coração e no dos outros. Mesmo quando os problemas persistem e você se sente mentalmente exausto ou emocionalmente desgastado, estou ao seu lado, pronto para renovar seu espírito e lhe dar a paciência e perseverança para você ficar firme enquanto, juntos, resolvemos os problemas.

Não prometo uma vida livre de dificuldades. Não uso varas de condão para pôr fim aos seus problemas e lutas, mas posso lhe dar recursos sobre-humanos que lhe possibilitarão suportar a adversidade, manter o curso na tempestade e, no final, sair mais forte, mais capaz e mais bem equipado para enfrentar o próximo desafio.

Antes de entrar em estratégias práticas, é importante lembrar que o melhor ponto de partida ao lutar contra problemas emocionais ou mentais de qualquer tipo é buscar a orientação e conforto do Senhor e ficar perto dEle diariamente. Uma das minhas passagens bíblicas favoritas sobre a paz de Deus em nossos corações e mentes é Filipenses 4:4, 6–7:

Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: Alegrem-se! Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus. (NVI).

Na hora da luta, devemos nos achegar ao Senhor. Ele é quem tem todas as respostas, independentemente dos desafios que encontremos. Ele conhece todos os detalhes sobre nossas vidas, nossos pensamentos, nossas necessidades e lutas. Quando nos aproximamos dEle, permitimos o poder curador do Espírito Santo transforme nosso ânimo e emoções, e que os frutos do Espírito cresçam em nossas vidas. Precisamos nos achegar ativamente a Deus e Ele se achegará a nós. (Ver Tiago 4:8.)

Podemos fortalecer nossa caminhada com o Senhor de várias maneiras. Vejamos alguns passos que podemos dar para nos aproximarmos dEle.

Leia a Bíblia e outros artigos devocionais edificantes ou livros diariamente. Você pode ter aperfeiçoado anteriormente a prática de ler a Palavra de Deus todos os dias, mas com a correria do dia a dia, é fácil perder esse hábito e isso deixar de ser uma prática diária e, com o tempo, quase nunca acontecer. É importante ter como prioridade passar algum tempo com o Senhor todos os dias, se possível, lendo a Bíblia e outras publicações devocionais e passar tempo em comunhão com Ele em oração. Esse é um bom ponto de partida para manter uma sensação geral de bem-estar — emocional, espiritual e mental.

Meu filho, escute o que lhe digo; preste atenção às minhas palavras.
Nunca as perca de vista; guarde-as no fundo do coração. —Provérbios 4:20–22

Ore e confie seus fardos e preocupações ao Senhor. Quando percebemos que estamos carregando o peso do medo, da preocupação, da culpa, da ansiedade, etc., é importante parar e dedicar um pouco de tempo para entregar essas angústias ao Senhor uma a uma, especificamente. Em seguida, deixe nas mãos dEle e confie que Ele faz todas as coisas bem.

Lançai sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. —1 Pedro 5:7

Peça ao Espírito Santo que opere em você e por seu intermédio. Sabemos que o batismo do Espírito Santo nos dá poder para testemunhar! (Atos 1: 8) Mas há outros benefícios e bênçãos pessoais decorrentes de nos enchermos com Seu Espírito e permitirmos que o Senhor transforme nossas vidas. Então, somos abençoados com o fruto do Espírito — amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio! (Ver Gálatas 5:22-23)

Lembre-se de que a graça de Deus é suficiente. Haverá muitos testes e provações além de nossas forças, sabedoria ou energia. Somos seres humanos fracos e imperfeitos, mas Deus é todo-poderoso. Ele é soberano e Sua graça é suficiente! Como disse o apóstolo Paulo:

Mas ele me disse: “A minha graça te basta, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Portanto, de boa vontade me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo”. —2 Coríntios 12:9

Siga na vontade de Deus. Podemos entender com mais clareza o quadro geral da vontade do Senhor para nossas vidas por meio da leitura de Sua Palavra. É animador perceber as afirmações e sinais do Senhor para você pessoalmente, conforme realiza suas atividades diárias. Se estiver atento às pequenas manifestações do amor de Deus, às portas abertas e às confirmações de Sua presença e intervenções em sua vida, verá como é estimulante para seu espírito e faz crescer sua esperança.

Lembre-se de que você não está sozinho! Aprimore a percepção da companhia constante do Senhor. Lembre-se que Jesus está sempre com você. Ficar sozinho por longos períodos pode afetar a sua autoestima. Pode começar a se sentir esquecido e que ninguém se importa ou ama você. Talvez não consiga mudar muito em seus relacionamentos imediatos, seja com a família ou amigos, mas pode se concentrar no amor imenso e constante de Jesus por você. Ele pode preencher todos os vazios e melhorar sua perspectiva das coisas.

Certamente estou convosco todos os dias, até à consumação do século. —Mateus 28:20

Cultive uma atitude de gratidão. Às vezes, é preciso prática e perseverança para aprender a ser consistentemente grato. A gratidão é poderosa e, comprovadamente, melhora a saúde física, psicológica e mental, além de melhorar o sono, a autoestima e muito mais. Expressar em voz alta suas bênçãos e agradecer ao Senhor ajudam a lembrar das coisas boas da vida e é um bom exemplo para os outros.

Existem também passos práticos que ajudam a cultivar o bem-estar mental e emocional, tais como:

Mantenha um diário no qual escreva seus pensamentos, orações, orientações ou instruções que recebe do Senhor e promessas o fortalecem. Algumas pessoas acham que o diário as ajuda a manter concentração, além de ser inspirador e recompensador revisar sua jornada com Jesus.

Peça conselhos e orientação de outros cristãos de confiança. Às vezes, todos precisamos de alguém com quem orar, alguém que possa nos oferecer conselhos espiritualmente saudáveis.

Não havendo sábia direção o povo cai, mas na multidão de conselheiros há segurança. —Provérbios 11:14

Colecione citações inspiradoras e/ou motivacionais que façam sentido para você. Fixe-as na parede, grave-as no telefone ou em algum lugar onde as veja com frequência. Quase sempre temos tempo para ler uma pequena citação ou parágrafo, e isso pode bastar para “redefinir” nossa atitude, lembrando-nos de que há esperança, de que Deus é bom, de que a vida vai melhorar e de que desfrutamos de muitas bênçãos, apesar das adversidades.

Fique conectado com as pessoas. A solidão é um fator importante que afeta o bem-estar mental e emocional. Um artigo explicou o seguinte:

Quando se trata de saúde mental, a solidão alimenta os sintomas. A solidão agrava os sintomas de doenças como depressão, ansiedade social e alcoolismo. Por mais difícil que seja, tente tomar a iniciativa de estender a mão para outras pessoas. Se estiver desanimado, precisa se esforçar, mesmo quando for difícil. A melhor maneira de conhecer outras pessoas é se envolvendo com algo de que você gosta. ... Com o tempo, a solidão desaparece.[1]

Embora estar pessoalmente com alguém seja melhor, simplesmente ver o rosto de alguém e ouvir sua voz no telefone ou no Skype, FaceTime ou Zoom é uma alternativa maravilhosa. Isso já permite às pessoas deixarem os assuntos em dia, orarem juntas, encorajarem-se mutuamente e se ajudarem com seus fardos.

Se não conseguir encontrar o apoio de que precisa nas redes que tem atualmente, procure outras fontes de amizade e comunhão cristã. Considere filiar-se a uma igreja ou encontrar outro grupo de pessoas que compartilhem de seus interesses, ou dedique-se a um trabalho voluntário algumas vezes por semana e construa relacionamentos dessa forma.

Ajuda passar tempo com aqueles que têm um efeito positivo em você, que o valorizam e querem seu bem-estar. Fortaleça os laços com quem lhe traz sensações positivas, enriquecem sua vida e o faz sentir motivado.

Por isso animem-se uns aos outros, contribuindo mutuamente para o fortalecimento da fé; tal como estão fazendo. —1 Tessalonicenses 5:11 NVI e Bíblia Viva

Cuide da sua saúde. O autocuidado não é egoísmo. Jesus quer que permaneçamos saudáveis ​​para sermos bons embaixadores para Ele. Podemos aumentar nossa sensação de bem-estar quando tomamos as medidas necessárias para nos mantermos saudáveis, que incluem comer alimentos nutritivos (limitando o açúcar e alimentos processados), beber água suficiente, fazer exercício suficiente e planejar nossos dias para dormirmos o necessário (idealmente oito horas por noite).

Sobre o tema sono, vou compartilhar aqui algumas informações que me pareceram interessantes:

O sono é um dos elementos mais importantes do autocuidado. Afeta neurotransmissores, os hormônios do estresse, os processos de pensamento e o equilíbrio emocional. Não dormir o suficiente pode prejudicar nossa capacidade de tomar decisões, resolver problemas, controlar nossas emoções e comportamentos. Em suma, parece que tudo piora quando não dormimos o suficiente. A falta de sono pode aumentar a ansiedade, nos deixar mais agitados e nos sentindo mais deprimidos. Os sintomas dos problemas que temos são amplificados. Além disso, mesmo que você sinta que está funcionando bem com pouco sono, não está. Estudos descobriram que dirigir com sono pode prejudicar a maneira como você dirige tanto quanto, senão mais que dirigir embriagado.[2]

Permaneça ativo. Exercite-se e desfrute do ar livre. Estar em meio à natureza, respirar ar puro, manter a forma, mudar de cenário e aproveitar os movimentos e exercícios têm um impacto positivo na sua saúde emocional.

Caminhar, correr, andar de bicicleta, nadar, dançar e até mesmo fazer jardinagem pode ajudar a reduzir os sintomas de ansiedade e depressão. Tente não pensar nisso como um exercício, mas como formas de se manter em movimento. ... A combinação de ar fresco e movimento ajudará sua mente e seu corpo.[3]

Seja voluntário, dê aos outros. Atos de bondade e generosidade fazem maravilhas pelo seu bem-estar geral. O voluntariado pode construir laços de amizade com outras pessoas quando vocês se unem em torno de uma causa comum.

Quem é generoso progride na vida; quem ajuda será ajudado. —Provérbios 11:25 NTLH

A participação na vida social e comunitária foi objeto de muitas pesquisas relacionadas ao bem-estar. Indivíduos que relatam um maior interesse em ajudar os outros têm maior probabilidade de se classificarem como felizes.[4]

Concentre-se no momento. Valorize o momento, esteja atento às pessoas ao seu redor e às suas circunstâncias imediatas. Isso ajuda a evitar que seus pensamentos se voltem para o passado e diminui as preocupações com o futuro. Não podemos mudar o passado nem controlar o amanhã (Tiago 4:13-15). Hoje é o que temos e é para hoje que o Senhor nos dá fé (Mateus 6:34), então vamos aproveitar ao máximo dando toda a atenção às demandas de hoje e às coisas boas ao nosso redor.

Os estudos têm demonstrado que estar ciente do que está acontecendo no presente tem um efeito positivo direto no seu bem-estar e desfrutar “o momento” pode ajudar a reafirmar as suas prioridades de vida.[5]

Que excelente base de esperança e confiança temos quando refletimos sobre estas três coisas em oração: o amor do Pai, o [sacrifício] do Filho e o poder do Espírito. —Thomas Manton (1620–1677)

Vamos nos esforçar para lembrar que nosso maior caminho para o bem-estar espiritual, mental e emocional é ler a Palavra de Deus, viver segundo Seus ensinamentos, buscar Sua presença em oração e meditação e ser estarmos preenchidos com o Espírito Santo. Ao fazermos isso, podemos confiar que Ele cumprirá Suas promessas de cuidar de nós e nos conduzir através dos vales até à luz de dias mais brilhantes.


[1] https://silverhillhospital.org/community/blog-post/7-elements-of-self-care/

[2] https://silverhillhospital.org/community/blog-post/7-elements-of-self-care/

[3] https://silverhillhospital.org/community/blog-post/7-elements-of-self-care/

[4] https://www.mind.org.uk/workplace/mental-health-at-work/taking-care-of-yourself/five-ways-to-wellbeing/

[5] https://www.mind.org.uk/workplace/mental-health-at-work/taking-care-of-yourself/five-ways-to-wellbeing/

 

Copyright © 2022 The Family International. Política de Privacidade Política de Cookies